Mistério: O planeta Kepler-452b recém descoberto, poderia abrigar vida extraterrestre?

em
Ilustração de como seria a superfície do Planeta 

Vida Extraterrestre no planeta considerado a Terra 2.0?

Poderia existe vida em Kelper-452b? Estudos iniciais apontam que sim, afinal o planeta está localizado em uma “zona habitável”, definição dada a áreas do espaço em volta de estrelas que têm temperatura parecida com a terrestre e que apresentam condições para a existência de água líquida na superfície de corpos celestes, o que é considerado necessário para que haja vida.

“É muito inspirador considerar que este planeta passou 6 bilhões de anos na zona habitável de sua estrela, período mais longo que o planeta Terra. É uma oportunidade substancial para o surgimento da vida, com todos os ingredientes e condições necessárias para que a vida exista neste planeta”, disse John Jenkins, do Instituto SETI, de pesquisa de vida extraterrestre.

20140417__18dcakepw-1_500

A missão Kepler, lançada pela Nasa em 2009, tem como principal objetivo a exploração espacial e o descobrimento de novos planetas — incluindo alguns que tenham as mesmas características da Terra. Quando foi anunciado um novo planeta, o Kepler-452b, que é o mais parecido com a Terra que achamos até hoje, várias perguntas surgiram. Como seria viver lá? Existe vida extraterrestre lá?

Seja quais forem as respostas, uma coisa é certa: a esperança de viver em novas fronteiras, como na ficção científica, segue mais viva que nunca.

Comparação entre o Sistema Kepler-452 e o Sistema Solar feita pela agência espacial americana, a Nasa.

O PLANETA

O Kepler-452b possui um tamanho 60% maior do que o nosso planeta e leva 385 dias para dar uma volta em sua estrela – apenas 20 dias a mais do que a Terra. Sua composição ainda não pôde ser determinada, mas os astrônomos da NASA acreditam que ele seja rochoso, dada as características já mencionadas.

Outros detalhes divulgados são de que o Kepler-452b está apenas 5% mais distante de sua estrela-mãe, a Kepler-452, do que a Terra está da sua. Essa estrela possui a mesma temperatura que o nosso Sol, entretanto é um pouco mais velha, tendo 6 bilhões de anos – 1,5 bilhão a mais. Além disso, seu diâmetro é apenas 10% maior que o do Sol.

É possível que o homem um dia more no Kepler-452b?

O doutor em astronomia e professor de física e matemática da Unesp, José Fernando de Jesus, calcula o tempo que levaríamos para chegar até o Kepler-452b com a tecnologia atual. — A maior velocidade que o ser humano consegue atingir hoje é de 44 mil km/h. Com essa tecnologia, astronautas levariam cerca de 36 milhões de anos até pisar no Kepler-452b.

Segundo pesquisas do físico matemático a força gravitacional no Kleper-452b é baixa e o homem conseguiria sobreviver lá.

“O homem consegue aguentar a força de até 50G (50 vezes a força da gravidade), e nesse planeta a força gravitacional é de apenas 2G. Isso não afetaria em muita coisa, a não ser por objetos caindo mais rápido do que caem na Terra“, completou José Fernando.

“Eu e você nunca poderemos viajar até esses planetas, mas quem sabe os filhos dos filhos de nossos filhos possam”. Apesar de ser muito longe, é interessante pensar em um planeta parecidíssimo com o nosso, não acham? — John Jenkins.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s