Mistérios do Triângulo das Bermudas

Conhecido pelos inúmeros desaparecimentos de embarcações e aeronaves, o Triângulo das Bermudas é um dos lugares mais misteriosos do mundo. Muitas vidas foram perdidas nessa região, e muitos culpam esse fato à atividades paranormais que acontecem na região do Caribe.

A reputação da região também conhecida como Triângulo do Diabo se iniciou em 1945, após o término da Segunda Guerra Mundial, quando um esquadrão de bombardeiros do exército dos EUA desapareceu durante um treinamento de rotina. Os aviões foram totalmente equipados e haviam sido minuciosamente verificados antes de partirem da Flórida.

Nenhum dos aviões e nenhum dos tripulantes jamais foram encontrados, mesmo após uma longa investigação por parte do governo norte-americano. Durante as buscas, uma aeronave de resgate também foi misteriosamente desaparecida, deixando mais 13 mortos, e a fama do Triângulo das Bermudas só aumentou após esses eventos.

Ao todo, mais de 50 navios e 20 aeronaves desaparecem ao longo do século passado quando viajavam pela região, de acordo com a Marinha dos EUA.

A primeira menção documentada de desaparecimentos na área foi feita em 1951: E. V. W. Jones, da Associated Press, escreveu sobre alguns navios perdidos na área das Bahamas. Jones disse que os desaparecimentos de navios, aviões e pequenas embarcações foram “misteriosos”. E ele deu a esta área o apelido de “Triângulo do Diabo”.

Um dos incidentes mais famosos e provavelmente o mais famoso do Triângulo das Bermudas é sobre a perda de um esquadrão de cinco bombardeiros TBM Avenger da Marinha U.S.U. durante um vôo de treinamento de Fort Lauderdale (Florida) em 05 de dezembro de 1945.

Outro bem conhecido é a perda de dois aviões de transporte Tudor IV, chamado Star Tiger e Star Ariel. Aeronaves operadas pela companhia aérea British South American Airways rotineiramente voou a rota para a América do Sul, nunca mais foram vistas.

Helen Cascio, dirigindo seu Cessna 172 foi se aproximando de uma ilha. A torre de controle estava indo para fornecer instruções. Depois de ligar várias vezes, em uma delas, Helen não respondeu, embora o canal de rádio estava aberto. Os operadores da torre ouviram o piloto dizer a seu único passageiro “, eu tive que fazer um movimento em falso. Isto deve ser turco, mas não há nada, nenhum aeroporto, nenhuma casa: nada “.

Os operadores continuaram tentando freneticamente um contato com o piloto, mas foi em vão. Posteriormente receberam a última frase do piloto dizendo: “Não há saída para isso”.

O Triângulo das Bermudas

A foto acima é de um submarino naufragado descoberto em janeiro de 2013.

Até hoje não se sabe o que esconde por de baixo das águas do Triângulo das Bermudas, jamais nenhum corpo foi encontrado, o fato é quem cruza essas águas jamais volta vivo para contar história, esse é um dos maiores mistérios da humanidade.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Cojiro disse:

    Sempre achei esse um dos mistérios mais interessantes… Eu imagino que hoje em dia, graças a esses acontecimentos aí, os aviões e embarcações prefiram contornar o lugar…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s