Tancredo neves teria sido assassinado?

“Lamento informar que o excelentíssimo presidente Tancredo de Almeida Neves faleceu esta noite no Instituto do Coração, às dez horas e vinte e três minutos”. Na continuação da leitura do comunicado, disse: “Acrescento o seguinte: nos últimos 50 anos a vida pública de Tancredo Neves confundiu-se com os sonhos e com os ideais brasileiros de união, de democracia e de justiça social e de liberdade. Nos últimos meses, pela vontade do povo, e com a liderança de Tancredo Neves, esses ideais se transformaram na Nova República. A emocionante corrente de fé e de solidariedade das últimas semanas, enquanto o presidente Tancredo Neves lutava pela vida, só fez crescer esse sentimento de união que foi sempre ação, exemplo e o objetivo de Tancredo Neves. Com a mesma fé, com a mesma determinação, o Brasil haverá, a partir de agora, de realizar os ideais do líder que acaba de perder: Tancredo Neves”.

Com esse comunicado que foi ar pela Rede Globo no programa Fantástico no dia 21 de abril de 1985, acabava o sonho de muitos brasileiros que acreditavam que o país iria melhorar após a Ditadura Militar.

Teria sido Tancredo de Almeida Neves assassinado ou teria sido apenas vítima de uma diverticulite?

A segunda versão é a que foi oficializada. Existem diversas teorias sobre a morte de Tancredo, dentre elas: ele teria levado um tiro, não morrendo na hora; complicação de uma sutura ou de apendicite, iniciando uma hemorragia; e até mesmo envenenamento.

Mas a quem interessaria a morte de Tancredo Neves, do PMDB? Diz-se que o maior beneficiado com isso era José Sarney, do PFL,  que foi criado por dissidentes do PDS no qual apoiavam a Ditadura Militar. O sucessor que o próprio Tancredo queria era Ulysses Guimaraes, presidente da Câmara dos Deputados e não Sarney, o vice eleito.

Mas Tancredo Neves poderia ter sido assassinato através de um plano desenvolvido pelos líderes do regime autoritário da época. Talvez nunca venhamos a saber a verdade, mas há ainda alguns fatos estranhos a respeito de sua morte. Os médicos poderiam salvá-lo? Muitos dizem que sim. Estranhamente, sua transferência de Brasília para um hospital com melhor condições em São Paulo foi vetada.

Assim como Tancredo, seu mordomo João Rosa apresentava as mesmas dores. O fato de conviverem no mesmo local apoia a tese de que ambos foram envenenados – o mordomo por puro azar talvez.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s